Sorrindo. Não parece um conceito particularmente revolucionário, pois não?

Para a maioria de nós, sorrir nem sequer é algo em que pensamos muito. Se tivermos sorte, vamos passar o dia a encontrar coisas que nos fazem sorrir involuntariamente: um meme ridículo, uma mensagem de texto de um velho amigo, uma canção favorita que surge aleatoriamente. Mas a ciência mostra que sorrir intencionalmente também pode melhorar as nossas vidas. Mesmo fingir um sorriso pode reduzir o stresse mental e físico (a razão pela qual o teu instrutor de fitness te diz para “sorrires com a dor” quando estás a tentar aguentar-te em posição de prancha durante 3 minutos). Também aumenta os teus níveis de serotonina e pode até tornar-te mais atraente para os outros.

Além disso, sorrir é contagioso: somos mais propensos a sorrir se alguém nos retribuir um sorriso.

Depois de meses a cobrir os nossos lábios e os nossos sorrisos com máscaras, existe melhor forma de entrar no futuro do que mostrar um rosto bem disposto? É oficial: O sorriso está de volta! Lembra-te onde ouviste isto primeiro 🙂

A Smiley sempre foi um farol para o otimismo desafiador.

Neste momento crucial da história, estamos a inspirar as pessoas a imaginar, refletir e manifestar um futuro melhor.
 
Em colaboração com a autora Phoebe Lovatt e uma série diversificada de artistas visuais, estamos a partilhar visões, pensamentos e filosofias sobre o futuro num esforço para inspirar as pessoas com mais positividade, criatividade e ideias grandes e mais brilhantes. 

Bem-vindo ao #SmileyFutureProject.

Palavras de Phoebe Lovatt
Ilustrações pela Smilley Design Team